Suspeito de Incêndios na Madeira Condenado a Três Anos de Prisão Efetiva VIDA DE BOMBEIRO: Comandante Pimentel, Bombeiro Há 50 Anos

domingo, 17 de setembro de 2017

Comandante Pimentel, Bombeiro Há 50 Anos


Às 13:30 de hoje, fez 50 anos que pela mão do meu amigo José Carlos Faria ("Zé Barril" para os amigos), entrei no gabinete de Comando dos BV de Torres Vedras para me inscrever como Bombeiro. 

Sentado na secretária estava o então 2º Comandante Luís Augusto Albino já desaparecido deste mundo, Comandante interino (era assim que se dizia na altura) por doença do Comandante. 
Parece que estou a ouvir o "Zé Barril": "Comandante está aqui este rapazinho que quer ser Bombeiro, conheço a família e é boa gente" respondeu-lhe o Comandante Albino: "então se quer será".

Cresci um palmo com aquelas palavras, fiz a inscrição preenchendo a papelada que depois de entregue e de uma séria conversa o Comandante Albino levantou-se estendeu-me a mão e num forte aperto disse-me: "bem vindo 12 A". Eu não sabia muito bem o que queria aquilo dizer, contudo, dois dias depois a Ordem de Serviço lá dizia em determinada parte, "passou a fazer parte deste Corpo de Bombeiros o Sr. Luís Manuel Paula Pimentel Costa, ingressando no Quadro Auxiliar e a quem foi dado o numero de 12 A". Percebi então que a partir dali era o Auxiliar nº12.

De então para cá tem sido uma constante aprendizagem, um labor dedicado e constante, e, o transmitir de conhecimentos adquiridos a outros camaradas.

Muitas coisas boas se passaram na minha vida de Bombeiro nestes 50 anos, outras menos boas mas a riqueza das primeiras anula drasticamente a pobreza das segundas.

Quero neste dia muito significativo para a minha pessoa, agradecer ao "Zé Barril" por me ter iniciado nesta linda vida que eu amo, à minha filha pelo sofrimento causado pela minha constante ausência, à mãe da minha filha e minha amiga Ana Cabaço pela compreensão que teve durante os anos em que fomos uma família, à Isabel minha mulher pela força que sempre me deu para continuar e pela compreensão pela minha constante ausência, aos meus colegas Bombeiros, meus mestres tal como o Chefe Manuel Lourenço que me proporcionou ser Sapador Bombeiro do então BSB.

Ao falecido António Benquerença O Caseta para os amigos, por me ter ajudado muito nessa altura (entrada para o BSB), às largas centenas de Bombeiros dos CBs onde fui instrutor, por terem deixado partilhar os meus conhecimentos convosco durante os 40 anos que exerci essa actividade, por último a todos os meus amigos e camaradas Bombeiros que por esse mundo fora fazem o favor de serem meus amigos. 

UM ENORME BEM HAJA a todos vós.
Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

2015 Copyright – Todos os Direitos Reservados : VIDA DE BOMBEIRO