Castelo Branco: Federação Distrital com Nova Sede - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Castelo Branco: Federação Distrital com Nova Sede


A assembleia geral da federação distrital de bombeiros de Castelo Branco aprovou por unanimidade o plano de actividades daquela organização para 2016. O orçamento vai rondar os cinco mil euros o que representa um acréscimo em relação ao valor deste ano. Uma situação que o líder federativo justifica com a necessidade de compra de equipamentos para a nova sede daquela organização que vai começar a ser utilizada em Janeiro do próximo ano. 

“Temos que adaptar as novas instalações às nossas necessidades. Vai ser preciso adquirir algum equipamento, nomeadamente secretárias, mesas e daí o valor do orçamento ter aumentado. Até final do mês de Janeiro pensamos estar nas novas instalações”, disse o responsável da Federação.

Nesta reunião magna os soldados da paz mostraram ainda alguma apreensão com o facto de várias corporações estarem a sentir dificuldades ao nível do recrutamento. Por isso José Avelino Neves considera que a melhor solução passa pelo lançamento de um projecto conjunto que possa dar resposta às necessidades de todas as corporações

“Penso que esse é o grande desafio dos bombeiros nos próximos anos: trazer novos homens e mulheres para as nossas fileiras. A única forma que temos de fazer o recrutamento é divulgar esta necessidade de novas pessoas, divulgar os bombeiros e fazermos passar para a sociedade a existência dos corpos de bombeiros e assim despoletar nas pessoas a vontade de abraçar esta causa. Isto só pode passar por uma acção concertada das corporações do distrito no sentido de se poder fazer um recrutamento conjunto”, defende aquele dirigente.

A federação distrital vai ainda apresentar uma proposta ao conselho nacional da liga de bombeiros, que reúne este sábado, no sentido de alertar o estado para a necessidade de reduzir os custos com as portagens que resultam da implementação de uma nova categoria de viaturas de transporte de doentes

“ O que está em cima da mesa foi a criação de um novo veículo pelo Ministério da Saúde, INEM e comissão que decidiu alterar a lei de transporte de doentes do qual temos dúvidas sobre o que pode ser pago por quilómetro para prestação de serviços porque nós lidamos com transporte de doentes e não de mercadorias. Preocupa-nos, de certa forma, a vulgarização da utilização de transporte de doentes para outros fins e a nossa preocupação é a de garantir qualidade, que é o que os corpos de bombeiros procuram dar às suas populações. Para isso precisamos de ter veículos à altura e se não tivermos como financiar esses veículos os corpos de bombeiros não podem continuar a sustentar o Serviço Nacional de Saúde”, afirma

Para o dia 10 de Janeiro de 2016 está marcada uma outra reunião entre a federação distrital e o comandante operacional distrital tendo em vista analisar as necessidades do dispositivo e preparar acções de formação para os soldados da paz.

Fonte: Radio Cova da Beira

Sem comentários:

Enviar um comentário